sexta-feira, 7 de março de 2008

Um minuto de silêncio...























Ele nunca gostou de sair em fotos.


Quando chegou lá em casa, não gostava muito da gente. Chegou, olhou em volta e foi direto pra trás do vaso sanitário do banheiro de empregada. Pegou a primeira toalha verde que viu e, a partir dessa, todas as que pegou eram verdes.


Ganhou esse nome pq era vira-lata. Uma mistura de Dog Alemão com Fila. Eu tinha certeza que seria um adulto horrível... mas foi um filhote lindo e um adulto muito imponente!


Forte, enorme, valente e com um latido que fazia as janelas tremerem, ele acompanhou os meus anos de faculdade, conheceu 3 namorados meus, presenciou as chegadas embreagadas, chorosas, enfurecidas, cansadas, felizes, preocupadas... sem nunca perguntar por onde eu andei ou "isso são horas?". Sem nunca julgar o motivo da minha dor. Sem lembrar da bronca do dia anterior. Sempre lindo, dando a cabeça pro carinho na orelha.


Meus amigos,

um brinde ao Monstro, que nos deixou nessa sexta-feira no seu habitual estilo low profile. Espero encontrá-lo deitado no tapete da minha casa quando chegar no céu!

5 comentários:

Filipe disse...

Fica em paz. Beijo!

Judah Reis disse...

Certamente, não passou sem deixar marcas...

Bjos, e força...

Anônimo disse...

Um brinde às companhias fiéis e silenciosas, aos amores incondicionais que só eles sabem dar.

Nina disse...

um brinde!

Teco disse...

Pq eles sao membros da familia, como outro qualquer
Mas sao amados e cuidadis como poucas pessoas na vida serao.
E no final das contas, eles merecem.
fica um "ate breve"
:)
bjo
Teco