segunda-feira, 30 de abril de 2007

Da amizade e outras assombrações



E de repente mais uma daquelas assombrações aparece:


SOLIDÃO.


Tema amplamente discutido com minha analista, tá certo, mas nunca deixou de ser uma preocupação na minha vida, simplesmente porque eu nunca fiz nada pra mudar isso...


Tenho dificuldade em pertencer, em ficar, em me entregar... todos os meus namoros (tirando o último) terminaram pq tavam ficando sérios demais... Meu relacionamento com minha família é muito menor do que eu gostaria que fosse. Meus amigos, salvo raras exceções, são as pessoas que trabalham ou estudam comigo. Ou seja, acabou o trabalho ou o curso, acabou a amizade. E isso, no fundo no fundo, me deixa mal, porque eu realmente me dedico mas não consigo cuidar...
Queria mesmo era que todos fizessem o trabalho de cultivo por mim. E ficaria só com a parte de receber amor e carinho e retribuir na hora!!!!


Ao mesmo tempo, sou carente de atenção, de carinho, de conversa, de colo, de mimo...


É uma dureza, uma barreira, uma dificuldade de ir até lá, de fazer minha parte. E não é que eu não ame, mas tenho dificuldade em cultivar, em regar pra fazer crescer...


Na verdade, simples medo de perder. De ter que esquecer. De ter que me sentir sozinha de novo.


Aos meus bons e velhos amigos, meu sincero agradecimento por terem ultrapassado essa barreira em mim. Aos novos, minha promessa de tentar mudar. A todos, meu amor incondicional.

Um abraço!

4 comentários:

julia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
julia disse...

thaiiiiis
me expressei mal fia!!
vc foi a pessoa q mais me incentivou a NAO desistir do meu sonho!!
uma das pessoas q eu mais devo agradecer!!!
tudo de bom p vc na sua investida!!

Nina disse...

amiga... soh pra dizer q eu te amo mtu viu?? n importa o q aconteça e q barreiras vc bote, quebro tudo e passo p te encontrar!!! fica bem =***

Karol disse...

Te amo...
E essas barreiras vão ter que ser beeeeeeeeem fortes pra me segurar!

=)

Beijos amor
Te cuida